Artigos Mais Lidos

Centro de Imagem E Distribuição

[caption id="attachment_769" align="alignleft" width=""]Livro - Arte Digital: Henrique Vieira Filho - Modelo: RildaLivro – Arte Digital: Henrique Vieira Filho – Modelo: Rilda[/caption]

O objetivo principal do Centro de Imagem Holística é o de mostrar ao Terapeuta a posição, a distribuição, e o feitio da imagem revelada pelo cliente. A posição e a distribuição da imagem também revelam a característica principal, e oferecem compreensão abrangente, auxiliando o trabalho do Terapeuta.

Apresentamos aqui um elenco com 18 posições de distribuição de imagens, para os quais, a interpretação feita no momento certo, forneceu contribuição importante para o entendimento do caso, quando não, a própria solução.

Livro - Arte Digital: Henrique Vieira Filho - Modelo: Rilda
0 0
Read Time:8 Minute, 32 Second
Livro - Arte Digital: Henrique Vieira Filho - Modelo: Rilda

O objetivo principal do Centro de Imagem Holística é o de mostrar ao Terapeuta a posição, a distribuição, e o feitio da imagem revelada pelo cliente. A posição e a distribuição da imagem também revelam a característica principal, e oferecem compreensão abrangente, auxiliando o trabalho do Terapeuta.

Apresentamos aqui um elenco com 18 posições de distribuição de imagens, para os quais, a interpretação feita no momento certo, forneceu contribuição importante para o entendimento do caso, quando não, a própria solução.

Em alguns casos a interpretação será a peça fundamental para o entendimento do caso do cliente. Em outros, fornecerá pistas rápidas a serem confirmadas, mas que representam excelentes informações iniciais a serem pesquisadas com mais profundidade por outros caminhos. Mesmo que às vezes, tais informações sejam apenas hipóteses, podem ser valiosas, pois orientam uma investigação por antecipar características prováveis e que vale, quer pela confirmação destas características, quer pelo encontro de novos caminhos de investigação.

Consideramos Sine qua nonpara a observação e perceptibilidade do cliente a posição, a distribuição e o feitio das imagens. Todavia, o Terapeuta não deve deixar de recorrer às interpretações específicas, pois dependendo do caso, aquelas poderão ser importantes, porque permitirão avaliação suplementar do que foi observado. Por exemplo, a maioria dos clientes posiciona e distribui suas imagens em três folhas. Se o Terapeuta observar a distribuição de três imagens em uma folha saberá imediatamente que está diante de um caso com pendor a ser percuciente.

Para estimular o cliente, pede-se que ele desenhe o seu corpo físico de costas, de frente e de perfil, explicando que não se espera nada de artístico ou estético, deixando-o bem à vontade e com total liberdade, todavia seus movimentos e segmentos corporais devem ser observados atentamente pelo Terapeuta. Assim, a técnica conduz para a disquisição consciente, rápida e segura dos desequilíbrios que o cliente poderá estar vivendo no momento, fornecendo ainda subsídios importantes para a solução.

Todas as Imagens Holísticas podem ser reveladas em uma; duas; ou em três folhas de papel tamanho A 4 (210 mm L x 297 mm H) 75 g / m2, com área de 1/16m², cor branca (para maior simplicidade), na posição retrato ou paisagem.

A imagem do corpo físico é construída com um lápis número 2 de cor preta( afirmação, solidez e aparência da imagem). As três folhas e o lápis são entregues pelo Terapeuta ao cliente. As únicas palavras de ordem são: Faça o desenho doseu corpo físico de frente de costas e de perfil!

NOTAS

I- O Terapeuta não deve prescindir em observar o cliente, tampouco informá-lo de quantas folhas estão sendo entregues;

II- Alguns clientes ficam mais confortáveis quando constrõem as suas imagens sem a presença do Terapeuta;

III- Seis minutos é o tempo aproximado para a construção das imagens do corpo físico de costas, frente e perfil;

IV- O cliente deve entregar suas imagens ao Terapeuta que procederá a observação e interpretação dos traços; distribuição; formas; características ou predomínios, avaliação holística, interpretações específicas e as leituras complementares.

V-O Terapeuta deve estar ciente de que existem diferenças anatômicas nos segmentos do corpo físico, como por exemplo:

 

Segmentos Homem Mulher

Ombros Largos Estreitos

Tórax Maior Menor

Pelve Estreita Larga

VI-A técnica não está estruturada para aplicação com aplomb em crianças e adolescentes.

VII- Novas imagens poderão ser solicitadas no intervalo de dois meses, se necessárias.

Tornamos evidente a característica principal da distribuição tendo em vista dirimir dúvida na interpretação, ou seja, porque se interpreta de um determinado aspecto ou de outro, o que se pretende em linhas gerais e, o que efetivamente o Terapeuta pode obter.

Esta compreensão é importante haja vista que permitirá informações favoráveis ou desfavoráveis para uma avaliação correta da posição emocional do cliente naquele momento. Vale lembrar que nem sempre se terá todas as respostas. Contudo, é imperioso que os aspectos mais, ou menos importantes, sempre fiquem evidentes. Muitas vezes, a interpretação indicará também importantes perguntas que deverão ser feitas pelo Terapeuta ao cliente de maneira a se ter, de fato, uma resposta final.

É importante observar que interpretação não é a panacéia para os desequilíbrios emocionais do cliente, mas sim, um instrumento de grande precisão para resolvê-los.

O Terapeuta deve investigar a característica principal identificada, e, se necessário, recorrer às interpretações específicas e leituras complementares(disponíveis em www.sinte.com.br/revistaterapiaholistica).

Elencamos a posição e a distribuição das imagens em quatro grupos de tendências:

Grupo i- Uma imagem em cada folha- caso usual; 39%

Grupo ii- Duas imagens em uma folha- caso de dependência para a ação; 17%

Grupo iii- Três imagens em uma folha- caso percuciente; 33%

Grupo iv- Quatro imagens em uma folha- caso plácido. 11%

 

Exemplos mais significativos da posição e da distribuição das imagens holísticas:

DISTRIBUIÇÃO DAS IMAGENS HOLÍSTICAS NA FOLHA

CARACTERÍSTICA PRINCIPAL

GRUPO

1- UMA NA PARTE SUPERIOR NA POSIÇÃO RETRATO

LIRISMO

i

2- UMA NA PARTE INFERIOR NA POSIÇÃO RETRATO

LÓGICA

i

3- UMA Á ESQUERDA NA POSIÇÃO RETRATO

ORIENTAÇÃO

i

4- UMA A DIREITA NA POSIÇÃO RETRATO

INDECISO

i

5- UMA CENTRADA NA POSIÇÃO RETRATO

INDEPENDÊNCIA

i

6- MAIOR QUE 2 / 3 DA FL NA POSIÇÃO RETRATO

COMPETÊNCIA

i

7- MENOR QUE 2/ 3 DA FL NA POSIÇÃO RETRATO

SUBJUGAÇÃO

i

8- DUAS EM UM LADO RETRATO OU PAISAGEM

ATENTO

ii

9- DUAS EM DOIS LADOS RETRATO OU PAISAGEM

FALA, MAS NÃO AGE

ii

10-TRÊS PARTE SUPERIOR OU INFERIOR RETRATO

METICULOSO

ii

11-TRÊS NA POSIÇÃO RETRATO

PERFECCIONISTA

iii

12-TRÊS DE TAMANHOS DIFERENTES EM 2/3 DA FL RETRATO

OBSESSIVO

iii

13-TRÊS DIFERENTES EM 1/3 DA FL RETRATO

MISONEÍSTA

iii

14-TRÊS NA POSIÇÃO PAISAGEM

INSEGURO

iii

15- TRÊS JOGO DA VELHA NA POSIÇÃO RETRATO

DESEQUILIBRADO

iii

16- TRÊS JOGO DA VELHA NA POSIÇÃO PAISAGEM

DERROTADO

iii

17- QUATRO NA POSIÇÃO PAISAGEM

COMPREENSAO

iv

18- QUATRO NA POSIÇÃO RETRATO

AUTOPERCEPÇÃO

iv

 

A POSIÇÃO E A DISTRIBUIÇÃO DAS IMAGENS

 

 

posicao redistribuicao magens.png

A DISPOSIÇÃO DAS IMAGENS

 disposicao imagens

Ao flectir-se uma folha no sentido horizontal e vertical será evidenciada as seguintes disposições:

I. Parte esquerda (que revela a imagem do lado direito). “D

II. Parte direita (que revela a imagem do lado esquerdo). “E

III. Parte superior, inferior e centro.

Observação: e II não são válidos para a imagem do corpo físico de costas.

A interpretação coerente e sistemática permitirá ao Terapeuta avaliar se cobriu os aspectos mais importantes, sem perder de vista àquele que considera de menor importância. De uma maneira geral, cada caso mostra como maiores informações sobre determinada situação podem jogar luz sobre ela e encaminhá-la para a avaliação correta.

O Terapeuta deve priorizar qual é a mais importante para o caso. Na evidencia de conclusão adversa, reverá suas avaliações e, verificará o motivo da abnuência. Se o caso for, por exemplo, percuciente, deverá aplicar as técnicas de longo prazo que poderão ser mais eficazes, ou então, encaminhar o cliente a outro profissional.

Vale lembrar que o Terapeuta a princípio não detém qualquer informação e tem o dever de curva-se ante a fonte holística do saber, ou seja, o discurso ou o silêncio do cliente.

 

Para saber mais:

www.holopedia.com.br

 

>Raimundo Amim Lima Haddad - CRT 38326 - Terapeuta Holístico

Raimundo Amim Lima Haddad – CRT 38326 – Terapeuta Holístico, trabalha com Reiki, Calatonia, I Ching, Florais, Terapia Corporal e Fitoterapia, dentre outras técnicas.

[email protected]

 

About Post Author

Henrique Vieira Filho

Henrique Vieira Filho é artista plástico, escritor, jornalista e terapeuta holístico. Nas artes, é autodidata e seu estilo poderia ser classificado como surrealismo figurativo.Por mais de 25 anos, esteve à frente da organização da Terapia Holística no Brasil, sendo presença constante nos meios de comunicação. Elaborou as normas técnicas e éticas da profissão, além de ser autor de dezenas de livros e centenas de artigos, que são adotados como referência em vários países.
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *